logo
FARÓIS      EDUCACIONAL    CONTATO

AUXÍLIOS ELETRÔNICOS

Os auxílios eletrônicos surgiram da necessidade do navegante se posicionar em condições de visibilidade reduzida. Durante muito tempo foram utilizados dispositivos sonoros (sinos, gongos, buzinas) com essa finalidade. Suas antenas transmissoras estão instaladas nos faróis.

RADIOFAROL - Sinal direcional de longo alcance composto de 2 letras do código Morse transmitido numa determinada freqüência num dado intervalo de tempo. A posição é obtida com a recepção de no mínimo 2 sinais. Veja o exemplo:

SALINÓPOLIS - Radiofarol BL (-... .-..) 315 Khz

DGPS (Diferential Global Positioning System) - Quando foi implantado, o GPS oferecia diferentes níveis de precisão (que hoje estão padronizados). A estação DGPS compara sua posição com aquela disponibilizada pelo GPS e transmite um sinal de correção. O DGPS vem aos poucos substituindo os radiofaróis.

RACON – Respondedor radar (RAdar beaCON). Um sinal emitido pela embarcação ao encontrar esse aparelho é "respondido", apresentado sua posição na tela Radar com uma letra em código Morse. As bandas S e X são diferentes faixas de freqüencia dos radares:

CALCANHAR - Racon Y (-.--) Bandas S e X

Alguns faróis abrigam também estações radiotelegráficas, meteorológicas e sistemas de identificação de embarcações (AIS). Na foto acima, nota-se do lado direito, a torre de controle do farol Stiff, na França.

Essas informações encontram-se na Lista de Faróis, Cartas Náuticas e Lista de Auxílios Rádio (Publicações da Diretoria de Hidrografia e Navegação).