faróis   memorial   educacional   aviso legal   contato
 
farol bom abrigo  

Bom Abrigo
25 07,41S / 47 51,75W  (Ilha do Bom Abrigo, Cananéia, SP)
Lp.Alt.BBE.30seg.146m.28M(B) / 23M(E)

A ilha do Bom Abrigo foi batizada originalmente de Cananéia por Américo Vespúcio, mas já foi chamada de Ilha da Barra ou simplesmente, Ilha. Seu nome atual é uma corruptela do tupi "mbo-ibiri-bo", "emparelhada" (em relação à Ilha do Cardoso). Mas certamente o nome se refere ao seu excepcional atracadouro, abrigo natural para embarcações.

A perigosa entrada da barra, com seus bancos de areia e fortes correntezas, reclamava um farol para orientar os barcos que demandavam o porto de Cananéia. O local escolhido foi o ponto mais alto da ilha, a 144 metros acima do nível médio do mar.

Em 20 de Agosto de 1886 foi inaugurado o farol projetado por Antonio Miranda da Encarnação: uma torre branca quadrangular de alvenaria ladeada por 2 casas. Seu aparelho dióptrico de 6ª ordem BBT estava à 12 m do solo, com alcance de 14 milhas, substituído em 1918 por uma lanterna automática AGA à gás acetileno.

Em 1956 entrou em funcionamento o farol atual, uma torre branca de concreto de 16 metros, projeto de Jayme Costa, construtor de vários faróis de concreto no país (ver farol Araçagi).

A ilha do Bom Abrigo faz parte do complexo Lagamar, região que se estende até a baía de Paranaguá, englobando as ilhas do Cardoso, do Mel e Superagüi, constituindo-se numa das mais importantes áreas de preservação do planeta.

Veja em Memorial a foto do primeiro farol.

Foto: Maria Fernanda Carvalho