faróis   memorial   educacional   aviso legal   contato
 
farol da barra bahia  

Santo Antonio (Farol da Barra)
13 00,61S / 38 31,98W  (Salvador, BA)
Iso.Alt.BBE.30seg.39m.38M(B) / 34M(E)

O forte Santo Antonio da Barra guarda a entrada da baía de Todos os Santos, onde está a capital da Bahia, Salvador. Fundada por Tomé de Souza em 1549, foi a primeira Capital do Brasil, substituída pelo Rio de Janeiro em 1763.

No interior do forte encontra-se o primeiro farol construído no Brasil e em todo continente americano. Sua finalidade era sinalizar a entrada da baía, onde um extenso banco de areia causou diversos naufrágios, sendo o mais notório o do galeão Sacramento, onde mais de 500 pessoas perderam a vida em 5 de maio de 1668.

Abalado pela tragédia, o governador Dom João de Alencastro foi autorizado pelo Rei D. Pedro II de Portugal a construir uma torre quadrangular encimada por um quiosque envidraçado, equipado com grandes lampiões à óleo de baleia (veja o desenho desse farol em Educacional) que entrou em operação em 1698.

Em 1820 iniciou-se o processo de substituição da antiga torre, quase em ruínas. Porém, a obra dirigida pelo engenheiro inglês Henry Palmer Philips levou 16 anos para começar. A atual torre de 22 metros foi finalmente inaugurada em 2 de dezembro de 1839. Sua lanterna abrigava um aparelho catóptrico girante de luz branca e encarnada, com alcance de 15 milhas.

Em 1890 foi instalada a nova lanterna e aparelho lenticular da marca BBT ainda hoje em operação. Em 1937 o farol foi eletrificado, e em 1969 sua torre até então branca ganhou faixas pretas, melhorando sua identificação diurna, comprometida após a construção de um alto edifício em frente à entrada do forte.

O local abriga o Museu Náutico da Bahia, e em 2011 o interior do farol foi aberto á visitação pública.

Veja em Memorial a foto do farol alguns anos após sua reinauguração.