faróis   memorial   educacional   aviso legal   contato
 
farol ilha da paz  

Ilha da Paz
26 10,63S / 48 29,09W  (Ilha da Paz, São Francisco do Sul, SC)
Lp.B.20seg.84m.26M

O francês Binot Palmier de Gonneville foi o primeiro a desembarcar na atual ilha de São Francisco do Sul em 1504. Ali se desenvolveria a cidade mais antiga de Santa Catarina e a terceira do Brasil.

Em relatório de 1867, o Ministro da Marinha cita os faróis que deveriam ser construídos para uma melhor cobertura da costa. Entre estes, um na Ilha da Paz, a maior do pequeno arquipélago das Graças, em frente à ilha de São Francisco do Sul.

Presume-se que o nome da ilha tenha se originado de uma inscrição nas ruínas da provável moradia de um pirata francês, Penixe, onde se lê: "1833 - Penixe - habitação da paz".

Sob a orientação do Capitão-Tenente Arnaldo Siqueira Pinto da Luz que se valeu da grande quantidade de pedras no local, foi construída a torre branca  de 16 metros e casas para os faroleiros. O farol foi inaugurado em 20 de agosto de 1906 e mantém sua forma original, de planta similar aos de Macaé, Castelhanos e Ponta do Boi.

Sua luz tinha 23 milhas de alcance na ocasião da eletrificação do farol com motores diesel em 1982.

O aparelho original Barbier & Fenèstre dióptrico de 4ª ordem foi substituído em 1987 por uma lanterna Pharos Marine e doado ao Museu Histórico de São Francisco do Sul. A atual lente de 4ª ordem BBT foi instalada em 1990.

Imagem gentilmente cedida pela Capitania dos Portos de Santa Catarina