faróis   memorial   educacional   aviso legal   contato
 
farol ponta do boi  

Ponta do Mel
04 57,67S / 36 52,60W  (Areia Branca, RN)
LpL B.30seg.106m.41M
Estação de radiocomunicação

O Rio Grande do Norte responde por 90% de todo o sal extraído no país. Á princípio a produção era escoada por 2 portos da região norte do Estado: Areia Branca e Macau, que já contava com a orientação de um farol desde 1889.

Em 1897, entrou em funcionamento o farol que indicava a barra do rio Mossoró e o porto do município que se emancipou de Mossoró em 1892 (e que  teve sua origem por volta de 1860 quando pescadores se fixaram nas  "Areias Brancas da ilha de Maritaca").

Em 30 de abril de 1898 entrou em operação um outro farol no topo de uma falésia de 92 metros de altura na praia de Ponta do Mel, completando a rede de auxílios visuais entre Macau e Areia Branca.

A torre de ferro de 14 metros (única desse modelo no Brasil) e seu aparelho dióptrico de 3ª ordem foram fabricados na França em 1895 por BBT. O farol originalmente era pintado de branco.

Em 1974 entrou em operação o "porto-ilha" de Areia Branca. Localizado em mar aberto, à 14 milhas da costa, é uma das maiores obras de engenharia do mundo e movimenta 7 mil toneladas de sal por dia. Alí atracam os grande navios que, devido ao seu calado, não conseguem entrar nos outros portos da região.

Algumas tomadas do filme "Maria, Mãe do Filho de Deus" foram feitas nas proximidades do farol, destacando a belíssima paisagem de mar, falésias e dunas empilhadas pela ação dos ventos alísios, que ditam as formas do trecho de litoral que vai do Rio Grande do Norte até o leste do Maranhão.