logo
FARÓIS      EDUCACIONAL    CONTATO

farol bom abrigo

BOM ABRIGO

 25 07,41S / 47 51,75W  Ilha do Bom Abrigo, Cananéia, SP

Lp.Alt.BBE.30seg.146m.28M(B) / 23M(E)

 

A ilha do Bom Abrigo foi batizada originalmente de Cananéia por Américo Vespúcio, mas já foi chamada de Ilha da Barra ou simplesmente, Ilha. Seu nome atual é uma corruptela do tupi "mbo-ibiri-bo", "emparelhada" (em relação à Ilha do Cardoso). Mas certamente o nome se refere ao seu excepcional atracadouro, abrigo natural para embarcações.

A perigosa entrada da barra, com seus bancos de areia e fortes correntezas, reclamava um farol para orientar os barcos que demandavam o porto de Cananéia. O local escolhido foi o ponto mais alto da ilha, a 144 metros acima do nível médio do mar.

Em 20 de Agosto de 1886 foi inaugurado o farol projetado por Antonio Miranda da Encarnação: uma torre branca quadrangular de alvenaria ladeada por 2 casas. Seu aparelho dióptrico de 6ª ordem da fabricante francesa BBT estava à 12 m do solo, com alcance de 14 milhas, substituído em 1918 por uma lanterna automática AGA à gás acetileno.

Em 1956 entrou em funcionamento o farol atual, uma torre branca de concreto de 16 metros, projeto de Jayme Costa, construtor de vários faróis de concreto no país (ver farol Araçagi). Atualmente utiliza uma lanterna de acrílico, instalada sob a lanterna envidraçada.

A ilha do Bom Abrigo faz parte do complexo Lagamar, região que se estende até a baía de Paranaguá, englobando as ilhas do Cardoso, do Mel e Superagüi, constituindo-se numa das mais importantes áreas de preservação do planeta.

Veja a foto do primeiro farol.

Foto: Maria Fernanda Carvalho